Blogue do Centro de Formação da Aproged Mapa do Site da Aproged Contactos da Aproged Área reservada aos Associados Blogue do Centro de Formação da Aproged Mapa do Site da Aproged Contactos da Aproged Área reservada aos Associados Área reservada aos Associados Contactos da Aproged Mapa do Site da Aproged Blogue do Centro de Formação da Aproged
PERGUNTAS E RESPOSTAS *
Através do botão "Perguntas e Respostas", poderá colocar-nos questões relacionadas com a didáctica e a aprendizagem da Geometria Descritiva ou do Desenho. Um dos nossos Grupos de Trabalho estará disponível para esclarecer as suas dúvidas e/ou direccioná-lo/a para outras hipóteses de resposta.

ARQUIVO DE PERGUNTAS E DE RESPOSTAS **

Provas de exame de 1994
Prova Modelo 2002 - Ângulos (408)
Plano de rampa tangencial
Problemas Métricos - Distâncias
Sombras de sólidos com bases assentes em planos oblíquos
Planificação de um cubo
Programa de GD-B
Axonometrias no exame nacional
 

Pergunta - Provas de exame de 1994 / 06 de Julho de 2013 / Visitante identificado
Gostaria de saber se têm registo do enunciado e resolução da prova de acesso de geometria descritiva do ano de 94.

Resposta: Nos links seguintes poderá encontrar os enunciados de todas as provas realizadas em 1994 (correspondendo o primeiro à prova de acesso que nos solicita):
Prova de acesso de Geometria Descritiva
Exame nacional 1ª fase, 1ª Chamada
Exame nacional 1ª fase, 2ª Chamada
Exame nacional 2ª fase

 

Pergunta - Prova Modelo 2002 - Ângulos (408) /07 de Janeiro de 2010 / Visitante identificado
Gostaria de ter acesso à resolução do exercício 135 da vossa página de exercícios de exame sobre este tema. Como o posso fazer?

Resposta: Poderá encontrar uma proposta de resolução para o exercício 135 aqui(disponível a partir desta página).

 

Pergunta - Plano de rampa tangencial / 07 de Dezembro de 2009 / Visitante identificado
Eu tenho um plano de rampa com 5 cm de cota e afastamento mas eles querem que o plano seja tangencial e que represente um quadrado com 3 cm de raio como faço?

Resposta: Receamos não poder ainda responder-lhe, por não nos ter explicitado todos os detalhes do exercício pretendido.
Depreendendo que o exercício em questão se refere ao Sistema de Projecção Diédrica e que os traços frontal e horizontal do plano de rampa têm, respectivamente, 5 de cota e 5 de afastamento (em princípio, positivos - donde se conclui que será um plano de rampa perpendicular ao bissector dos diedros pares), a que é que este plano deverá ser tangencial?
Será o quadrado que tem um vértice pertencente a cada um dos traços do plano de rampa? E mesmo nesse caso, há, praticamente, infinitas possibilidades de posicionamento dos vértices do quadrado pertencentes ao plano de rampa, se não nos forem referidos mais dados.
Pode esclarecer-nos para lhe podermos prestar algum apoio? (não obtivemos resposta)

 

Pergunta - Problemas Métricos - Distâncias / 25 de Novembro de 2009 / Visitante identificado
Gostaria de ter acesso à solução do problema 128, dos exercicios da APROGED, tirado do Exame 2002 – 1ª fase 2ª Chamada (Código 408). É-me possível? 

Resposta: Poderá encontrar a proposta de resolução solicitada aqui, (disponível a partir desta página).

 

Pergunta - Sombras de sólidos com bases assentes em planos oblíquos / 5 de Outubro de 2009 / Visitante identificado
Na disciplina de geometria o professor incumbiu-nos de representar em posição à escolha um sólido resultante da fusão de quatro cubos, podendo estes ter medidas diferentes.
Decidi conceber o exercício colocando o sólido resultante com a base assente num plano oblíquo. A alínea 2 deste exercício pretende que determine-mos a sombra própria e projectada deste mesmo sólido. A minha questão coloca-se, pois no ensino secundário apenas aprende-mos a determinar sombras em sólidos com bases assentes em planos de nível, frontais, topo, verticais e perfil. Gostaria de saber se o método é o mesmo para a determinação de sombras cujos sólidos tem as suas bases assentes em planos oblíquos ou se o método é totalmente diferente.

Resposta: Para a determinação das sombras própria e projectada de prismas ou de pirâmides de base(s) assente(s) em plano(s) não-projectante(s), o processo a seguir é semelhante àquele que utilizava para a determinação da sombra de prismas ou de pirâmides de base(s) projectante(s), ainda que com as necessárias adaptações.
No caso dos prismas de bases oblíquas, se definir um ponto exterior ao sólido e, por ele, desenhar uma recta paralela à aresta lateral do sólido e outra paralela à direcção luminosa, a determinação dos pontos de intersecção de cada uma destas rectas com o plano que contém uma das bases do sólido terá de ser realizada com recurso ao Método geral de intersecção de rectas com planos, como sabe. A recta de intersecção definida por estes dois pontos permitir-lhe-á depois compreender quais as faces em luz e em sombra e, a partir daí, determinar a linha separatriz e a sombra dos vértices que a definem.

 

Pergunta - Planificação de um cubo / 28 de Outubro de 2009/ Visitante identificado
Tenho dúvidas num exercício de geometria. O professor falou-nos da planificação de um cubo (vista principal, vista inferior, vista superior…) e, depois pediu-nos para fazermos a múltipla projecção do cubo e pediu-nos também as 6 vistas do cubo com essa múltipla projecção.
O professor disse também que a vista principal do cubo em múltipla projecção iria ser uma hexágono regular. O problema é que eu quase não percebi o que era para fazer e não sei como fazer os rebatimentos do cubo. Ou seja, tenho que representar as 6 vistas do cubo em múltipla projecção e, fazer geometricamente o cubo em múltipla projecção através de rebatimentos. Se me pudesse ajudar… (com alguma representação geométrica).

Resposta: Para a determinação das projecções de um cubo nas condições que refere, uma das suas diagonais internas (ou espaciais) deverá pertencer a uma recta de topo, de modo a que o contorno aparente frontal corresponda a um hexágono regular. Aconselhamos a resolução do exercício em duas ou três fases, começando com a representação, em tripla projecção ortogonal, de um cubo com duas faces horizontais para, numa segunda e terceira fases, o ir rodando até obter a posição pretendida.
Pode ver neste link uma sugestão de como proceder.

 

Pergunta - Programa de GD-B / 14 de Julho de 2009 / Visitante identificado
Venho, por este meio solicitar um esclarecimento: Qual a nova versão do programa de GD-B? Faço esta pergunta pois constou-me que existe uma "nova versão" e não constante dos manuais em vigor, por exemplo, no guia de estudo da Porto Editora.
Nesta versão "nova" passou a constar na representação diédrica novos conteúdos: os problemas métricos e as sombras.

Resposta: O programa de Geometria Descritiva B, em vigor desde 2005/2006, pode ser consultado aqui. Não inclui, contudo, os problemas métricos, a não ser quando relacionados com o módulo inicial da disciplina.

 

Pergunta - Axonometrias no exame nacional / 14 de Junho de 2009 / Visitante identificado
Gostaria que me confirmassem a seguinte situação.
No grupo IV do exame do código 708 (axonometrias) o enunciado é "corrido", isto é, a proposta de resolução não assenta no esquema tipo "desenho de vistas" como no exame de 2007? A metodologia é a do exame de 2008? Sabem qual é o esclarecimento do gave que "transmuda" o exame de 2007 no exame de 2008, a propósito do grupo IV?

Resposta: De acordo com a informação do GAVE, disponível a partir do nosso site há alguns meses, as características do exercício IV serão as seguintes: "Em axonometria, representar uma forma tridimensional, eventualmente composta, baseada em sólidos geométricos simples – paralelepípedos, pirâmides, prismas, cones, cilindros (em particular, §§ 4.1 a 4.4 do Programa)", donde se depreende que o sólido a representar já não será, em princípio, dado em representação triédrica.
Sobre o exame de 2009, não dispomos de nenhuma informação suplementar além desta. Em Maio de 2008, divulgamos, também no nosso site, este documento do GAVE, onde se fazia referência à alteração da estrutura do exercício IV do exame 708.

 
* Salvo indicação em contrário, publicaremos a resposta à sua pergunta num prazo máximo de 10 dias úteis.
** Observação: as perguntas e respostas foram condensadas, .

optimizado para googlechrome